Geísa Mattos

Colunista

Moro em Fortaleza, sou mãe da Júlia, e Professora de Sociologia no Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Universidade Federal do Ceará. Pesquiso sobre racismo e movimentos antirracistas desde 2015. No auge do movimento Black Lives Matter, entre setembro de 2015 e agosto de 2016, estava morando em Nova York, onde fazia pós-doutorado na City University of New York, pesquisando as conexões entre os movimentos contra a violência policial nos Estados Unidos e no Brasil. Foi uma experiência transformadora, e o meu interesse pelos estudos sobre racismo só cresceu desde então. A partir de 2019, passei a pesquisar Branquitude, e, como mulher branca, falo e escrevo em primeira pessoa, considerando minha implicação nas situações que analiso. Sou uma das responsáveis pelo podcast “Debates Incômodos sobre Branquitude e Racismo” (Spotify), que surgiu a partir de uma série de lives que fiz no Instagram (@geisasociologia). Animada de fazer parte da turma de colunistas do Jornalzine Branquitudes. Se quiser trocar ideias sobre o tema da branquitude no Brasil, por favor escreve para geisamattoslima@gmail.com.