Quem são os colunistas?

Colunistas 2022

escrito por Mariana Cabeça

O jornalzine já passou por muitas transformações. Assim como tudo que aquilo que é vivo, passa. Foram fins, inícios, fins em inícios e inícios em fins.

Lá em 2020, quando o projeto começou em maio e era um rascunho de um diário, não se imaginava nada para o futuro. Só existia a necessidade e urgência de existir naquele momento e ser dividido com quem se interessasse.

Os interesses foram múltiplos. Alguns seguiram, alguns encerraram. Assim como tudo aquilo que é vivo.

Entre brechas na rotina, desejo de encontros honestos e esses sorrisos após um banquete de ideias, estamos aqui escrevendo algumas dessas colunas.

Da esquerda para a direita, de cima para baixo:

Davi Akintolá, Caio Portela, Manoela Chaves

Marcelle Rodrigues, Marcus Giovani, Euvaldo Barros

Mariana Cabeça

Rayssa Kirinus e Edgar Bendahan, presentes de formas não físicas no nosso encontro. 😌

Hoje eu tenho tranquilidade em entender que falar na primeira pessoa do singular e do plural sobre branquitudes é necessário. Hoje não somos mais apenas pessoas brancas falando sobre nós, ouvimos também. Exercício que parece sempre nos escapar. Assim como o silenciar.

Assim como aceitar que toda a história convencional é uma farsa.

E o que se faz a partir disso? Nessa reunião foi uma pergunta que pairou no ar “o que vocês, pessoas brancas, querem fazer a partir desse reconhecimento? O que vão fazer de vocês mesmos?”.

Uma pergunta para ser pensada com urgência, que é diferente de pressa.

Deixe uma resposta