BRANQUITUDE PÓS-ISOLAMENTO: ATÉ ONDE SE ESTENDE (E PERMANECE) O NOSSO ANTIRRACISMO?

O racismo é característica fundamental na construção da subjetividade branca. Mas será mesmo que repensar nossas branquitudes significa necessariamente ser antirracista?

A quarta edição da roda de conversa sobre branquitudes acontece neste fim de 2021 para que, juntes, possamos nos reunir mais uma vez e dialogar sobre como esse momento atual de mundo tem influenciado o nosso compromisso enquanto pessoas brancas com o antirracismo.

Como o pós-isolamento tem reverberado em nossas vidas e como isso afeta a continuidade dos processos em que nos envolvemos durante a pandemia? O online é sustentável para 2022? E, principalmente… Como manter esse movimento de crítica e de letramento racial nessa nova configuração de vida, fazendo a manutenção dessa rede nesses novos cenários?

São muitos os questionamentos e por isso é importante que, coletivamente, busquemos novos e possíveis caminhos, ajustados à realidade que nos atravessa. É momento de criarmos estratégias para que as forças coletivas que encontramos virtualmente se materializem no mundo real, dando continuidade ao processo de reconhecimento e desconstrução dos nossos racismos.

A roda é organizada por pessoas brancas que compõem @nebbranquitudes @jornalzine @minhabranquitude e aberta a todes interessades!

Deixe uma resposta